Política maranhense sobre drogas é tema de audiência de Juscelino Filho

IMG_20160428_115921426_HDRO deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA), esteve nesta quinta-feira (28) na Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD) do Ministério da Justiça, em Brasília, acompanhado do Conselheiro Municipal Antidrogas (de São Luís) e Coordenador da Rede Maranhense de Diálogos sobre Drogas, Erisson Souza. Na reunião com o secretário da pasta, Luiz Guilherme Mendes, foi entregue ofício solicitando apoio para a criação do Conselho Estadual sobre o tema, destacada a importância da realização de cursos para a qualificação, e sobre a possível prorrogação do prazo de regularização das Comunidades Terapêuticas, prevista no Marco Regulatório.

Para Juscelino Filho a reunião foi positiva: “Conversamos com o secretário e aguardamos o retorno quanto aos pleitos. Também fizemos o convite para o Seminário Metropolitano de Fortalecimento das Comunidades Terapêuticas e demais instituições de Prevenção, que será realizado em junho e já temos a presença confirmada de um representante da Secretaria.  Pedimos a prorrogação do Marco Regulatório para que as comunidades tenham mais tempo para se regularizarem. O prazo deste Marco vence em 25 de agosto deste ano. ”

photo432143267429198417

De acordo com o Conselheiro, Erisson, o encontro abriu portas: “A reunião foi positiva e pude apresentar ao secretário a realidade das comunidades terapêuticas da Grande Ilha a partir de uma lista com dados que comprovam a importância e a carência de apoio às entidades. As comunidades da região metropolitana de São Luís terão mais apoio. Novas portas foram abertas junto à Secretaria e nossa pauta de possibilidades se amplia. Vamos mobilizar a Rede para alcançar mais objetivos. ”, destacou.

O secretário, Luiz Guilherme, afirmou que será verificado com o Governo Federal sobre a criação do Conselho Estadual e dado o apoio necessário da Secretaria.  Quanto a realização de cursos, a Secretaria indicou que a Rede solicite às federações de comunidades terapêuticas. A Secretaria sugeriu alteração da data do Seminário, que inicialmente estava marcado para acontecer de 19 a 26 de junho e a nova será definida. O pedido foi para adequação na agenda do Ministério.